.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

e no fim só restam lembranças.



Os meus dias estão confusos. Já não sei o que sinto ou o que devo fazer. Faço tudo para agradar as pessoas e esqueço o quanto isto me faz mal. Falei em 'pessoas' só para não ter que mencionar o teu nome, mas não adianta. Aceito todas as tuas decisões com vontade de desistir porque não és tu que sentes na pele o que estou a sentir, mas não adianta senão aceitar cada decisão tua pois eu sinto. Queria dar-me valor e deixar para trás todo este sentimento, mas como fazer isso quando se depende de alguém para ser feliz? Tens ideia de quantas vezes eu escrevi ou te disse ' pode ser como quiseres, que por mim está tudo bem.' , quando na verdade meu coração estava minúsculo e só sentia vontade de desabar mesmo ali? Sabes quantas vezes escrevi aqueles textos de amor infinito, cheios de planos para nós, mas não tive coragem de enviá-los porque sabia que não irias reagir bem? De novo estou a pensar em ti, no que irias sentir, enquanto eu fico no sufoco. Vou concordando com tudo o que dizes para manter-me forte, para não discutirmos, mas no fundo nem quero criar quaisquer intrigas entre nós, são apenas desabafos. Só queria uma conversa contigo para desabafar, e no fim saber que tu irias ouvir-me sem dar palpites. Não tens culpa, de este sentimento por ti ter crescido, é verdade, eu também não queria que isto tivesse acontecido. Como dói tratar alguém por 'amigo' quando na verdade a sua maior vontade é tratar-lhe por 'meu amor'. Há uns tempos atrás eu cheguei a acreditar que algo mais poderia existir. O nosso relacionamento era 'amoramizade', procuravas-me todos os dias, sentias ciúmes de coisas minúsculas, tratavas-me como se fosse realmente tua, mas isto morreu e olha eu aqui com todos estes sentimentos ainda vivos dentro de mim, sorrindo pelo mundo fora, aceitando isto com a maior facilidade, é isto que na verdade pensas que tudo passa, que não somos feitos um para o outro e pronto. Cheguei um dia a acreditar que todo este gelo que criaste em teu coração iria derreter e que eu estaria aqui à tua espera mas nem me deste uma oportunidade. Quebraste a nossa 'amoramizade' mais por culpa minha, porque sentia ciúmes doentios, sentia medo, mas nunca entendeste que tudo isto só foi assim porque realmente gostava de ti. Não quer dizer que já te tinha esquecido, porque se o dissesse estaria a mentir, mas com toda a dor que guardo dentro de mim, só me resta aceitar que eu e tu não resultamos. Como parece fácil digitar todas essas palavras e na verdade é bem mais fácil do que dizê las olhando nesses teus olhos cor de mel, que me mata de amor. Tentei chegar a uma conclusão mas continuo confusa. Só quero que me perdoes por exigir de ti o que não me podes dar. Nunca te culpes por isso ter acontecido, porque eu que fui parva ao acreditar que por ter recebido carinho e atenção estava a ser amada. Nunca te disse isso mas digo-te agora, poderás encontrar alguém melhor, mas amar-te do jeito que eu te amo, nunca.

25 comentários:

andreia dias disse...

Gostei :)
http://andreiiaad.blogspot.pt/2013/01/palomitas-handmade-stuff-sorteio.html sorteio , participa :)

Diana Garcia disse...

adorei todas as palavras, mas doí-me saber que estas mal querida. queria tanto ajudar-te, mas sei que não o posso fazer, porque isso não dá para tirar do teu coração assim, com um clique. espero realmente que consigas esquecê-lo e que no fim se ficar uma amizade fica, se não, talvez tenha sido o melhor. o teu destino vai encaminhar-te para o melhor caminho!
beijinhos*

Bruna Andrade disse...

Muito força, muita! *

a refugiada disse...

sei bem o q é sentir isso ;s

Rita Sofia disse...

Nossa, identifico muito este texto com o que se passa comigo. Parabéns, escreves muito bem e muita força. *

Carina Sofia Salgado disse...

Ja entrei de ferias porque estou doente e não fui á escola. Estou ansiosa para o recompensa-lo tanto :)

joana p. disse...

oh que linda :) mt obrigada querida! e calma contigo, força, tu ficas bem, há sempre dias melhores!

Relojoeiro disse...

Não sei como te agradecer pelas palavras. Na verdade chorei mas não pelo sentindo negativo. Obrigado por tudo...

Paula disse...

a verdade é que há muita gente assim como tu, mas não pode ser assim. sei que é difícil mas tens de tentar mudar e agradar a ti :) força*

Green Eyes disse...

Ainda bem que não sou a única então, já estava a ficar preocupada :)

vera sofs disse...

gostei e obrigada <3

Ana Jesus disse...

Percebo o que estejas a sentir, também já estive nessa situação. Mas não te esqueças que tu és tu, e não tens que mudar para agradar a ninguém. As "pessoas" têm que gostar de ti pelo que és! Vais ver que tudo se resolve :) Muita força.

Ana Jesus disse...

Pensa assim, se tu não foste a mulher que ele queria que tu fosses e ele não te "aceita" como és, é porque talvez não esteja destinado. Mas de uma coisa podes ter a certeza, se o perdeste ou não o tempo o dirá, não sofras por antecipação. Ninguém merece! Ora essa, não tens que agradecer :)*

nicolemorais disse...

Espero o mesmo :)
Está lindo, e tu és forte, tens de seguir a tua felicidade!

Beatriz Ls disse...

se achava que o teu blog era lindo, quando li os textos ainda fiquei mais apaixonada :) ADOREI, com todas as letras! SIGO DOCE*

calina disse...

, mantêm te forte boneca!!

CláudiaD disse...

Vais ver que vais ficar melhor :). Eu estou na mesma situação :s

Cláudia ♡ disse...

Nunca esquecemos por completo. Existem pessoas que arranjou maneira de deixar a sua marca na nossa vida. Mas com vontade e força, vais conseguir superar tudo :) Muito obrigada e digo-te o mesmo.

Ana Queiroz disse...

Obrigada pelo comntário. Aproximar-se de mim acho que já não é possível de acontecer visto que essa pessoa morreu , eu é que continuo a tentar arranjar maneiras de estar unida a ela. TENHO TANTAS SAUDADES que a escrita torna-se uma forma de estar mais perto dela mesmo não sabendo por que caminhos ela se direciona. bjs

Agostinho Barros disse...

ainda bem que gostaste da frase. Adorei o texto e tornei-me seguidor *-*

Beatriz Ls disse...

muito obrigada linda :)
queria seguir-te, mas não encontro a opção para o fazer :( como faço?

Joo disse...

Questiono-me várias vezes sobre aquela pergunta.

martasousa disse...

obrigada!

Cláudia ♡ disse...

eu não vou desistir. muito obrigada, a sério! <3

Marta Almeida disse...

Nao posso ser so eu a lutar, jamais dará e eu vou ter que aceitar